quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Livre-se da culpa já!

     A culpa é um veneno mortal que primeiro paralisa, depois vai sufocando até que a vítima sucumbe, desiste de viver e morre. 

      Se a tua consciência te acusa é sinal de que há um "aplicativo" divino em você capaz de servir de bússola para encontrar o caminho de volta. Esse "alerta" é uma bênção e é prova de que as coisas não chegaram ao fim. Reaja.
     Como?
     Reconheça que você errou. Vá para a frente de um espelho, "olhe-se nos olhos" e diga firme e decididamente: EU ERREI.
     Lembre-se que toda vez que a gente erra, Deus é ofendido. Mas ele não liga, desde que você peça perdão sinceramente. A Bíblia diz que Deus tem "prazer em perdoar" (Mq 7:18). É, Ele curte perdoar, ter misericórdia, essas coisas...
     Depois, se houver pessoas envolvidas no seu erro, que foram de alguma forma prejudicadas, vá até elas (não por telefone ou e-mail) e diga-lhes: " -  falhei com você - preciso do seu perdão - não me negue - estou arrependido".
     Uma vez concluido estes três estágios, respire fundo, e diga ao diabo: " - Nunca mais você vai me atormentar com suas acusações, pois em estou limpo. O sangue de Jesus pagou pelo meu erro e eu não vou ficar a vida toda me martirizando por isso. Jesus sofreu no meu lugar".
     Fazer isso é como, digamos, fazer a barba. A gente amolece com a espuma, passa a gilete, lava a cara, e fica de boa. 
     Tá esperando o que? Vai, vai, vai...
    


    

2 comentários:

  1. Puxa... Que posso dizer sobre o que li? Deus é bom! E sua misericórdia dura para sempre!

    ResponderExcluir

Onde encontrar paz num mundo em convulsão?

     Silvio Brito na década de 70  cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com  “ – pare o mundo que eu ...