Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Luxúria - Davi, pós moderno.

Principal empresário de sua região, Davi reuniu seu staff na empresa e comunicou  a necessidade de um afastamento de 50 dias, para aliviar o stress. Recomendação médica (?). Concedido, foi para casa e iniciou um tempo de ociosidade planejada e “merecida”, afinal, o mundo dos negócios virou uma verdadeira "guerra". Facebook Após alguns dias, sentou-se a frente de seu note-book e ficou zapeando. Religioso que era, limitou-se a permanecer em sites de conteúdo ligth, mas acabou no facebook onde encontrou (imagine) uma moça que havia encontrado certa vez  nos corredores da empresa. A foto do perfil mostrava o rosto quase perfeito da “princesa” e Davi foi direto aos álbuns de fotos. Depois de mais de uma hora, ouviu um barulho vindo do hall de entrada e desligou rapidamente o aparelho.  Seria sua esposa? Ufa! Apenas um susto. Voltou para o seu quarto e continuou a navegação.
Adrenalina. Depois de degustar as mais variadas fotos , 127 ao todo, voltou ao perfil daquela “deusa” e descob…

Eleições municipais: como fazer uma campanha limpa.

Em primeiro lugar o candidato tem que ser limpo. Um “ficha suja” não faz campanha limpa. Que limpe primeiro seu nome, refaça sua reputação, e só então se candidate. Isso pode levar alguns anos. E daí? Estamos fartos de gente que aparece durante a campanha eleitoral com carinha de santo. Será que é por isso que chamam os panfletos eleitorais de “santinho”?
Em segundo lugar, uma campanha limpa se faz com dinheiro limpo. Não lavado, é claro. Limpo de verdade. De fonte limpa. Geralmente não se sabe se o “cacife” do candidato é digno ou “bombado”. Infelizmente só vamos ficar sabendo depois. Mas o quanto pudermos suspeitar (onde há fumaça há fogo), sejamos espertos. Simples como as pombas, mas prudentes como as serpentes.
Campanha limpa se faz com propostas concretas, exeqüíveis, mensuráveis e não absurdas. Os candidatos  prometem o que eu povo quer e fazem de tudo para serem eleitos. Depois vem com aquela desculpinha fajuta: “ – tive que refazer os planos, pois me passaram informações equivo…