sexta-feira, 26 de junho de 2015

Fica quieto Malafaia.


     
     A briga entre Boechat e Malafaia foi típica de moleques de rua, com o agravante que ambos tem grande exposição na mídia e possuem muitos admiradores.

     Quanto ao Boechat, a pose de gentleman que ele ostenta caiu por terra quando mandou Malafaia procurar "uma rola". 

     Por sua vez, Malafaia protagonizou um vexame sem precedentes na TV brasileira, deixando nós , evangélicos que temos Cristo como nosso exemplo, profundamente envergonhados.

     Gostaria de  dizer aos evangélicos (e não evangélicos), que o que Malafaia fez é anti cristão, anti ético e uma prova concreta de que ele não segue o Cristo "manso e humilde de coração" (Mt 11:29) além de desprezar a ética cristã quando diz que "ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente" (2a Tm 2:24).  Destemperado como sempre, grosseiro e arrogante perdeu uma excelente chance de ficar calado e adornar assim a doutrina de Cristo.
     Jesus,  a quem Silas Malafaia deveria estar exemplificando, agiria de modo totalmente diferente diante de uma afronta, pois "quando foi insultado, não respondeu com insultos. Quando sofreu, não ameaçou, mas pôs a sua esperança em Deus, o justo Juiz " (1a Pd 2:23).



     " - Silas Malafaia, como cristão evangélico, eu tenho vergonha de atitudes como esta que você protagonizou contra o Boechat.  Pare de debater inutilmente com pessoas a quem você deveria estar pregando o evangelho".


OBS: Minhas considerações não são contra a pessoa ou o ministério de Silas Malafaia, mas à malfadada fala na briga com Boechat (Vide o vídeo acima).
   

Como viver em paz em um mundo em convulsão?

Silvio Brito na década de 70 cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com “ – pare o mundo que eu quero...