Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

O RACISTA.

Quando tinha apenas 15 anos deparei-me com o sentimento mais vil de degradante existente na humanidade: o racismo. Eu não sabia o que era isso até que fui promovido de contínuo externo a contínuo da gerência em um grande banco na capital paulista. Razão da minha promoção: era o único contínuo "branco". Vim a saber deste motivo sórdido, meses após minha "promoção" e na época (um adolescente), nada pude fazer. Mas aquele sentimento horrível percorreu todo meu ser e me fez crescer repudiando toda e qualquer manifestação racista. A pessoa que cedeu seu lugar para mim além de mais antigo no banco era altamente qualificado para o cargo. Seu único erro: ter nascido negro.

Para mim o racista tem pelo menos três graves problemas: é cego, infantil e covarde. É cego porque não enxerga a complexidade e diversidade existente na humanidade. Não consegue ver que as diferentes raças são um mosaico de criatividade e beleza. Só enxerga um tom, um estilo, e por isso é pobre.

  É infan…

INTEGRIDADE:a arte de ser confiável, sincero e transpaente.

Ser íntegro é um dom? Não. É um dever. Não importa em qual atividade estejamos envolvidos, ser integro é estar por inteiro.       Considero que, em matéria de integridade, três qualidades são imprescindíveis: confiabilidade, sinceridade e transparência. Parecem sinônimos, mas não são.      Confiabilidade é o que projetamos nas pessoas quando estamos com elas. Irradiamos uma "aura" de confiança e as pessoas ao nosso redor sentem que podem confiar em nós. Conheço gente assim. Não sabemos exatamente o porque, mas "uma voz" parece nos dizer: " - você pode confiar nele". À estas pessoas confiamos segredos, delegamos responsabilidades e compartilhamos nossa vida. Nós não sabemos "como" nem "porquê", mas confiamos nelas e não nos decepcionamos. São pessoas que adquirem credibilidade.      Sinceridade é a capacidade de falar sempre a verdade, mas com elegância. Sincero não é o "sem educação", que fala o que pensa. Não. Sincero é quem se…

CONSAGRAÇÃO: o segredo do campeão.

Nascemos para vencer. Ninguém questiona isso. Vitória é informação genética. É DNA. O que muitos ainda não descobriram é a chave que conduz a vitória.             Há quem diga que o talento natural é imprescindível e outros, a especialização. Poucos tem pensado em “consagração”.             Colhendo informações nos textos originais da Bíblia, podemos definir  consagração como: “Dedicar-se a algo (ou alguém) de modo exclusivo e constante, integrando tal devoção a sua identidade pessoal”. Ou seja: quem se consagra, o faz com intensidade de propósito e acaba confundindo-se com o próprio objeto de sua consagração.             Ninguém pensa em Ayrton Senna sem imaginar um carro de fórmula um, muito menos em Renato Russo sem “ouvir” uma de suas canções. Em se tratando de espiritualidade cristã, como posso me consagrar vivendo numa sociedade onde os valores do cristianismo são tidos como ultrapassados e sem nenhum sentido numa cultura pós-moderna?             Toda consagração exige contraste.…

VIDA ESPIRITUAL FORA DA IGREJA.

Posso criar minha própria comunidade cristã  com amigos que eu mesmo escolho e “curto”? 
Esta pergunta não faria sentido, se fosse feita a dez ou vinte anos atrás. Mas hoje é pertinente e exige uma resposta convincente. 
 Aumenta o número dos que se dizem evangélicos (ou cristãos protestantes) que não “curtem igreja” ou reuniões religiosas.  De fato, nestes tempos pós-modernos, as instituições estão sob suspeita, e a igreja, é uma delas. “ – Não preciso ir a igreja para expressar minha fé”, dizem, em sua maioria, internautas de linha teológica liberal e de classe média baixa, para cima.
Por que precisaria de uma igreja? Seria a igreja local, com sua liturgia, clero, templo e doutrinas, um impulso ou um entrave ao desenvolvimento da fé e da espiritualidade? Cansados dos cultos “aula” ou dos “shows” da fé, inúmeros membros de igrejas evangélicas (e até católicos), tem optado por uma expressão mais simples, com grupos de amigos, onde a leitura bíblica, oração e cânticos, associados a prática…

PÁSCOA:Mantenha o foco e cuidado com o galo cantor.

Um simples galo ocupando o papel de psicólogo? Pois é. (E há quem subestime os animais). Mas... me diga aí: quando isso aconteceu?

(João 13:31 à 38)      Judas desapareceu na noite.  Deixou o grupo para tornar-se traidor.  O Mestre se ocupa agora em preparar seus onze amigos para os acontecimentos que se seguiriam e anuncia uma novidade: o “novo mandamento”. Ignorando o assunto, Pedro faz a pergunta: “- Senhor, para onde vais?” O Mestre, à poucos instantes, havia dito que iria para um lugar onde seus amigos não poderiam acompanha-lo, mas Pedro insiste : “...por que não posso seguir-te agora? Darei a minha vida por ti.” Falou demais, quis se projetar, insistiu, e foi humilhado: "Você me negará três vezes, antes do canto do galo".        O que aconteceu com Pedro?  Quão facilmente perdemos o foco. O assunto central era o anuncio do “novo mandamento”, mas Pedro não está atento ao que o Mestre está dizendo, muito menos no futuro do grupo. Está pensando em si.  O Mestre queria deixa…

Eu? Judas???

Eu já "malhei o Judas". Aquele boneco se despedaçava debaixo das pauladas que recebia da molecada do bairro e todos se divertiam. Nem todos sabiam  o que estavam fazendo. Só os católicos mesmo, que iam a missa e tudo mais.      Hoje, a sós com minha Bíblia, refleti consternado, que Judas é mais que um personagem sinistro da históira. Mais que uma figura no imaginário religioso brasileiro. Judas pode ser qualquer um de nós. Judas pode ser... eu mesmo.      Sim, quem era Judas? Natural de Judá (o único entre os doze) era culto, apto em administração financeira e politizado. Talvez membro da elite pensante em Israel. Foi  chamado por Jesus e recebeu diretamente do Senhor, uma missão: ser seu representante na face da terra. Seu título: apóstolo.      Quem é Judas?       Judas é aquele que foi amado por Jesus (João 13:1) e participou da santa ceia (Lc 22:17 à 21). Acabou, no entanto, se desconectando de seu Mestre. Roupeu sua amizade com Jesus assim que percebeu que suas aspirações n…

Quem está dirigindo a sua vida?

Você mesmo? As pressões da turma? Suas carências? A opinião dos outros? Os astros do zodíaco? O acaso? A sorte? Quem???      Se deseja que Deus assuma a direção, precisa refletir no que isso significa:       Primeiramente, decida ser humilde de coração e ouça conselhos. Não apenas com o aparelho auditivo, mas com desejo de praticar.      Jamais aja sob pressão. Está para nascer aquele que agiu precipitadamente e dirigiu-se diretamente para o centro da vontade de Deus. Não se esqueça: o diabo é o pai da pressa.      Antes de procurar uma palavra por meios sobrenaturais, vá para a Bíblia e veja o que Deus está dizendo a milhares de anos sobre o assunto. Creio em sonhos e revelações, mas nunca colocarei a Bíblia em segundo plano. Antes de saber o que "Deus está falando", devo estar ciente do que ele já falou.      Ore com pessoas que te conhecem e te amam o suficiente para te confrontarem, se necessário. Gente que não tem medo de colocar sua amizade em risco, se for para te trazer…