sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O RACISTA.

     Quando tinha apenas 15 anos deparei-me com o sentimento mais vil de degradante existente na humanidade: o racismo. Eu não sabia o que era isso até que fui promovido de contínuo externo a contínuo da gerência em um grande banco na capital paulista. Razão da minha promoção: era o único contínuo "branco". Vim a saber deste motivo sórdido, meses após minha "promoção" e na época (um adolescente), nada pude fazer. Mas aquele sentimento horrível percorreu todo meu ser e me fez crescer repudiando toda e qualquer manifestação racista. A pessoa que cedeu seu lugar para mim além de mais antigo no banco era altamente qualificado para o cargo. Seu único erro: ter nascido negro.

     Para mim o racista tem pelo menos três graves problemas: é cego, infantil e covarde. É cego porque não enxerga a complexidade e diversidade existente na humanidade. Não consegue ver que as diferentes raças são um mosaico de criatividade e beleza. Só enxerga um tom, um estilo, e por isso é pobre.

     É infantil pois só os amadurecidos conseguem dividir espaços com pessoas de outras raças. Um dos sinais da maturidade é a arte de conviver com as diferenças. Ao invés dos anos lhe conferir crescimento, aumentam sua aversão a pessoas de outra cor. Não amadurece: apodrece.

     É covarde porque pratica atos de discriminação em relação ao que considera "minoria". Onde houver racismo, há uma pretensa maioria contra uma imaginada minoria que precisa ser "extirpada". Em meu dicionário isso é "covardia": aquele que se julga valente somente contra os mais fracos.

     No Brasil o racismo ganhou novas formas. Em São Paulo, por exemplo, nordestinos são discriminados por pretensos racistas. Como paulistano, nunca vi os nordestinos como alguém que veio de fora, fazer a vida na capital, infestando a cidade com um sotaque carregado e seus hábitos diferenciados. Os vi como meus semelhantes e que ajudaram a construir a terceira maior cidade do mundo. Tão cidadãos metropolitanos como eu. Mas alguns imbecis não consegue vê-los como brasileiros, trabalhadores, construtores da cidadania por que são cegos, infantis e covardes.

     Conheci uma pessoa que me confessou ter sentimentos racistas dizendo que não conseguia dar a mão a um negro, muito menos abraçá-lo. Disse entre lágrimas, pois não queria ser assim. Eu disse a ele que tal sentimento poderia ser eliminado por um poder maior: o poder da Criação, o Poder que nos fez humanos: o Poder de Deus. Ele saiu com um raio de esperança e nunca mais o vi. Creio que por sua sinceridade e vergonha demonstrada ali,  se arrependeu.

     Se você já sentiu algo assim, envergonhe-se. Isso é considerado na Bíblia como um grave pecado contra Deus. Jesus  veio ao mundo abolir o sentimento racista por meio da Igreja, que congrega pessoas de diversas raças formando um corpo, uma só família, filhos de um mesmo Pai.  A esses Deus diz: "Vocês estão vivendo uma espécie de vida totalmente nova, que consiste em estar continuamente aprendendo cada vez mais o que é correto, e procurando constantemente ser cada vez mais semelhante a Cristo, que criou esta vida nova no intimo de vocês. Nesta vida nova não importa a nacionalidade, a raça, a educação ou a posição social de alguém; estas coisas não significam nada. O que importa é se a pessoa tem Cristo ou não, e Ele é igualmente acessível a todos" ( Cl 3:10,11 - Bíblia Viva).

     Racismo nada mais é do que um sintoma típico de decadência, de falência social, de retrocesso e de completa alienação do original, criado por Deus.
    

Um comentário:

  1. Agradeço a postagem deste conteúdo. Um incentivo para quem sofre com o racismo e para quem pratica.Porém fala-se muito do racismo contra negros, quando não podemos nos esquecer de que o contrário também acontece e isso é muito triste. Temos que encontrar nossa afirmação pessoal em Deus. Saber quem somos nEle. Infelizmente este problema é difícil de ser resolvido porque vem de dentro pra fora. Mas temos a esperança de que Aquele que nos criou pode todas as coisas!

    ResponderExcluir

Como se "pacifica" um país?

O Excelentíssimo Senhor Michel Temer , Presidente do Brasil, em sua primeira aparição após a conquista histórica no TSE , disse estar se...