sexta-feira, 24 de maio de 2013

Calma: há uma segunda chance.



Ele não teve uma segunda chance, mas você pode ter...
(Pênalti perdido por R. Baggio na copa de 1994, quando o Brasil conquistou o Tetra)


     Uma de nossas principais falhas é não conhecermos a nós mesmos. Presumimos que seremos capazes disso e daquilo, esperamos muito de nós mesmos, até que um dia escorregamos e fazemos coisas que acabam nos envergonhando. E a maioria de nós desiste e acaba abandonando a fé ou  acomodado a uma vida espiritual medíocre. Essa foi a razão da inconstância de Pedro, o Apóstolo de Cristo. Foi por isso que o anjo disse as mulheres após a ressurreição de Cristo: “Vão e digam aos discípulos dele e a Pedro: ‘Ele está indo adiante de vocês para a Galiléia. Lá vocês o verão, como ele lhes disse’ " (Mc 16:7). Nada demais, se não fosse uma referência particular à Pedro. Como sabemos, Pedro havia negado Jesus três vezes, e tão decepcionado  consigo mesmo ficou que voltou a sua antiga atividade profissional: a pesca. Pedro desconhecia-se a sim mesmo.
     “Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu” (Rm 12:3). 
     Isso diz alguma coisa a você?

Só a Pedro foi dada uma segunda chance?
     Pedro representa pessoas que um dia decidiram seguir a Cristo, mas falharam. Voltou ao grupo dos discípulos porque recebeu o recado personalizado e sua segunda chance. O que foi decisivo para que Pedro voltasse? Como  foi reintegrado após haver voltado a sua velha vida? Trata-se apenas de “história” ou de um padrão de procedimento divino?

Convite personalizado.
     Assim como Pedro recebeu um convite personalizado, Deus te chama hoje pelo seu nome. Deus é Deus de indivíduos, não de massas. “Mas agora assim diz o Senhor, aquele que o criou, ó Jacó, aquele que o formou, ó Israel: "Não tema, pois eu o resgatei; eu o chamei pelo nome; você é meu” (Isaías 43:1).

A “graça” de Jesus.
     Graça é a palavra (e doutrina) mais importante do Evangelho porque por meio dela, entendo que nada sou e nada posso ser, se o Senhor não vier  e não fizer o que jamais poderei fazer.  “Quem é comparável a ti, ó Deus, que perdoas o pecado e esqueces a transgressão do remanescente da sua herança? Tu que não permaneces irado para sempre, mas tens prazer em mostrar amor. De novo terás compaixão de nós; pisarás as nossas maldades e atirarás todos os nossos pecados nas profundezas do mar” (Miquéias 7:18,19). Isso te dá alguma esperança?

Perdão a si mesmo.
     Um exemplo Bíblico de “perdoar-se a si mesmo” é o de Davi, quando foi confrontado com Natã sobre a morte de Urias o Heteu. A criança que nasceu fruto do adultério, ficou doente e Davi não dormia nem comia, sentindo-se culpado pelo acontecido. Vejamos o que diz a Bíblia: “Davi, percebendo que seus conselheiros cochichavam entre si, compreendeu que a criança estava morta e perguntou: ‘A criança morreu? ‘ ‘Sim, morreu’, responderam eles.  Então Davi levantou-se do chão, lavou-se, perfumou-se e trocou de roupa. Depois entrou no santuário do Senhor e adorou. E voltando ao palácio, pediu que lhe preparassem uma refeição e comeu” (2ª Sm 12:19,20). Davi só recobrou ânimo, porque perdoou a si mesmo, credo no perdão de Deus. Você já ousou perdoar-se?

Decepção.
     Talvez você esteja decepcionado, não apenas com os outros, mas com você também. Cobra a si mesmo por não ter sido o que poderia (ou deveria) ser.
Mas quem me garante que Deus me dará uma segunda chance? Onde está escrito isso? Será que não foi só no caso de Pedro, por ser ele quem iria iniciar a igreja?  Ouça então a voz de Deus: “Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio” ( Apocalipse 2:5).

     Pedro aproveitou a chance que Jesus lhe deu, e em sua carta, no final da Bíblia dá a dica de como permanecer firme nos caminhos do Senhor: “Portanto, irmãos, empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão” (2ª Pd 1:10).

     E você, vai aproveitar essa segunda chance?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todas as religiões são iguais?

Você deve ter ouvido algo parecido. Devido a crescente onda de atentados em nível global, a intolerância religiosa tem aumentado e muito...