Pular para o conteúdo principal

Brasil: a crise pode nos transformar na "Síria latinoamericana".

    
A Síria é logo ali.  

     O levante contra o regime de Bashar al-Assad teve início em 15 de março de 2011, durante a insurreição da Primavera Árabe, período em que as populações de países árabes, como Tunísia, Líbia e Egito se revoltaram contra os governos de seus países. 

     O levante começou pacífico nos primeiros quatro meses, mas a partir de agosto, manifestantes fortemente reprimidos passaram a recorrer à luta armada.

     O restante da história já sabemos. Forças russas e norte americanas, interessadas na promoção e manutenção de guerras além de suas fronteiras, começaram se se alfinetar e o resultado foi (e está sendo) a morte de milhares de civis e um êxodo de milhões de refugiados para a Europa e outras partes do mundo, algo que não se via desde o final da segunda grande guerra.

     A confusão que se instalou no Brasil demonstra que não há luz no fim do túnel. O país está dividido. Engana-se quem pensa que os pró governistas são minoria. Engana-se também quem imagina que os que se opõe ao PT e ao governo Dilma, são "santos", justos e 100% patriotas.

     O país está dividido. Por enquanto os embates estão restritos a spray de pimenta e alguns cassetetes. Pedradas e rojões. Mas não vamos nos iludir. É preciso, por parte dos governistas, o apego aos ideais do povo brasileiro e não aos cargos políticos que agora detêm. Por outro lado, à justiça brasileira deve ser  sobria o suficiente para permanecer nos estritos ditames da lei e não incorrer em precipitação ou numa briga de cão e gato. A constituição brasileira existe para ser obedecida, inclusive pelos suprema corte.

     Como cidadão brasileiro, me enojo em ver tudo isso e ao contrário do que muitos estão fazendo, não suporto chacota, brincadeirinhas de mau gosto, palavrões e posts ridicularizando A ou B, oposição ou PT.

     Como cidadão do céu, me cumpre interceder em oração "pelos que estão em eminência" para que "tenhamos vida pacífica e segura". Cumpre-me exercer minha cidadania com protestos públicos, sim, mas não sem constatar as intenções, as forças políticas motivadoras, o dia e hora, para não cometer os erros gravíssimos do passado. Tanto Lula quanto Dilma, foram eleitos pelo povo brasileiro. Se fomos enganados, que acordemos de vez. Acredito que o que está acontecendo tem todos os ingredientes para extinguir, se não completamente, um altíssimo percentual de corrupção. Além dos protestos precisamos ir à urnas e mostra, ali, no exercicio do voto, nosso desassocego, nossa revolta, nosso poder político.

    Meu desejo é que isso termine logo, pois "a Síria é logo ali". Quando o primeiro oficial do exército ou da polícia militar  ordenar o primeiro tiro. Daí para frente é o "salve-se quem puder". Os cães estrangeiros estão de olho em nós. Precisamos orar, muito, para que não venhamos a cair na vala comum dos países desgovernados: a terrível e diabólica, guerra civil.

"A justiça exalta as nações , mas o pecado é a vergonha dos povos"(Pv 14:34).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe: como definir?

Tentei definir de diversas maneiras e achei tarefa por demais pesada para mim. Sei que cada filho sabe muito bem do que se trata. Mas como definir? É algo tão sublime! Quase celestial.    
   Quando se pensa na palavra "mãe", nossos sentimentos afloram. Mãe não se define. Se sente. E como se sente...
   Mãe nos faz lembrar de necessidades supridas, socorro presente, colo quente, afago bem feito, sono gostoso, e por aí vai.
   Para quem já é adulto, o termo se amplia. Se reveste de cores, formas, aromas. Mãe é alguém de quem não queremos jamais nos separar.
   Mas o tempo passa. Os dias voam. A mãe se torna mais terna, mais presente, mais necessária. Assume outras formas. Desempenha outros papéis. Mas jamais deixa nossa lembrança quieta.
   Seu tom de voz aciona nossa memória, nos faz sentir de novo tudo que num passado recente, ou não, vivemos com intensidade, sob sua proteção.
   Mas encontrei uma boa definição para mãe. Ah! se encontrei! "Mãe é aquela sublime criatura que, …

QUANDO A VIDA PERDE A GRAÇA...

Viver é sofrer? Talvez. Aquela velha frase, “a esperança é a última que morre”, soa  como utopia. A vida perdeu a graça. Muitos deixaram de viver e não sabem. Como aquele conhecido filme de Robert  Zemecks : “A morte lhe cai bem”. Nestes casos a morte se apresenta como saída honrosa.  Já se sentiu assim? Com vontade de sumir ? “Destruídos os fundamentos, que poderá fazer o justo” (Salmo 11:3). Exatamente!Sem fundamentos, a vida é uma bobagem. O “justo”, na linguagem dos salmos, é aquele que deseja viver com qualidade, sem desrespeitar os direitos do próximo. Quando este “justo” percebe que fundamentos  como: ética, moral e bons costumes, estão abalados (ou enfraquecidos pelo tempo), conclui que não adianta ser honesto, sincero e cumpridor de seus deveres. Surge então a tentação de ser desonesto, enganador e egoísta. Se ceder às tentações, a justiça que praticou  “vai para o  ralo”, e nestas horas, os fundamentos de seu caráter podem ruir. Ouvi alguém dizer: “os que não amadurecem, apod…

Aprenda a lidar com as ofensas.

Receber uma ofensa não é o fim do mundo (estamos em 2015!). Já fui ofendido o bastante para estar sepultado pela avalanche de lama e detritos que me lançaram. Mas sobrevivi. Com o tempo percebi que viver é sofrer impactos. Precisamos entender que, em nossa imperfeição, ocasionalmente,  atrairemos a ira das pessoas. Desista de tentar agradar todo mundo. Ninguém até hoje passou incólume diante de críticas ácidas, calúnias e difamações.
     Em segundo lugar, é importante entender que a filosofia das ofensas é neutralizar nossa simplicidade e pureza. Estar sob ofensa é estar sendo chamado pra briga, não com o propósito da contenda em si, mas de macular nosso caráter. Integro é aquele que desenvolve o equilíbrio necessário para não ceder a provocação e continuar sendo quem sempre foi.
     Por último, lembre-se que revidar uma ofensa pode até fazer bem ao ego (momentaneamente) mas irá provocar um ciclo de réplica e tréplica, drenando nossas energias e promovendo uma imagem distorcida de que…