segunda-feira, 27 de junho de 2011

PARADOXO - Quem entende, vive.

Paradoxo. Significado: uma aparente contradição. Termo pouco usado mas de profundo significado para  quem deseja entender a vida como ela é.
   Este é seu caso? Não tem conseguido achar o fio da meada? Pois é. A maioria não consegue. Os que a gente pensa que consegue, estão  fingindo. A vida é estranha. É meio... "sem pé nem cabeça". Mas quando a gente entende os paradoxos da vida, aí sim, começamos a pegar gosto pela coisa.
    O primeiro paradoxo é: as vezes é melhor render-se logo do que continuar lutando. No Livro está escrito:     "se o grão de trigo, caindo na terra não morrer, fica ele só, mas se morrer, produz muito fruto". Se o grão luta, não morre. Resiste. Enfrenta. Combate. Mas quando se rende, morre. De dentro dele, misteriosamente, brota a vida. O renovo. A vida é feita de vitórias e derrotas. Aprender a render-se, quando necessário, é um grande aprendizado. A derrota consentida também é meritória e pode te levar a uma gloriosa ressurreição!
   O segundo é semelhante ao primeiro:  as vezes é melhor perder do que ganhar. Nem sempre quem vence ganha. O sabor da perda é amargo, mas o gosto amargo não fica para sempre na boca. Você pode ter perdido algo que julgava importante até perceber que existiam (e ainda existem) coisas até mais importantes do que aquela que você perdeu. Confundi? Acho que não. No Livro eu li: " Aquele que ama a sua vida, a perderá, ao passo que aquele que odeia sua vida neste mundo a conservará".
   O terceiro paradoxo é: procurar a insignificância pode ser o melhor caminho para receber honra. Como isso soa mal ! Nesta época em que cada um procura ser uma celebridade, a sua maneira, mantendo um blog, ou trocentos amigos no Face (ou  Orkut), falar em ser insignificante, ofende. Mas eu li no Livro que "a soberba precede a ruína e a altivez de espírito, a queda". Por outro lado, o  Livro também diz que "à frente da honra, vai a humildade". Foi ELE quem disse: "quem quiser ser o maior, seja servo de todos".
   Ah!  Os paradoxos da vida! Quem os entende, vive.
   Entendeu?


sergiomarcos@mevec.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como viver em paz em um mundo em convulsão?

Silvio Brito na década de 70 cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com “ – pare o mundo que eu quero...