quarta-feira, 11 de abril de 2012

AMOR : o que é isso?

Algo casual? Acontece. 
Rola uma química. 
Olhares se cruzam e pronto! 
É o amor. 
Tem quem aposte nisso.
Tem que duvida.  E você?
Há razões para o amor? O amor pode crescer? 
Amor amadurece? Diminui? Ele morre?
São milhares de perguntas e quanto mais idade tem, mais dúvidas tem sobre o amor.
Uma coisa aprendi com a vida, com o tempo, com as pessoas, sei lá. Amor depende de um elemento fundamental para existir e crescer: o compromisso.
Uma das frases mais populares nas redes sociais é: "quem ama cuida". Mas "cuidado" requer compromisso.
O amor exige compromisso, como o fogo exige o oxigênio para queimar. Se você ama, ansiará comprometer-se e esperará comprometimento do objeto amado. Não há como evitar. Suspeite de um tipo de "amor" que não deseja comprometer-se. Cheira falsidade. Nenhum lugar é mais propenso ao auto-engano do que o terreno do amor. 
Quantas vezes você achou que estava amando e... E quantas acreditou estar sendo amado e... 
Pois é. 
Amor sem compromisso, sem doação, sem vínculo forte, sem preço, sem nada, é passageiro. Não é amor.
Como saber se amo de verdade? 
Pergunte-se: quero compromisso? Quero passar o resto de minha vida com o objeto do meu amor? 
Assumo compromissos de vida e morte ?  
Para uma geração acostumada a "ficar", a palavra "compromisso" é maldita. 
Mas para quem deseja amar, é essencial.
Como bem disse Anathea Vettori: " se você ama alguém por sua beleza, não é amor, é desejo. Se você ama alguém por sua inteligência, não é amor, é admiração. Se você ama alguém por ser rico, não é amor é interesse. Mas se ama alguém e não sabe porque...bem...isso é amor".

3 comentários:

  1. Amor requer tempo, vida, entrega e renúncias! Adorei o texto.... Um abraço, pastor!

    ResponderExcluir
  2. Amor requer dedicação, como a Lu disse, entrega, compreender as partes.. Bjs na família Pastor!

    ResponderExcluir
  3. tomei a ousadia de postar esse texto em meu blog www.franciscoevangelista.com

    ResponderExcluir

Onde encontrar paz num mundo em convulsão?

     Silvio Brito na década de 70  cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com  “ – pare o mundo que eu ...