terça-feira, 24 de maio de 2011

Defina-se, seja coerente e viva!

    Viver é melhor que sonhar. Concorda? 

     Há quem pense o contrário: quem não sonha, não vive. Sim, é verdade. Sonhar, e perseguir o sonho, é uma estratégia de vida. Mas quem garante que nossos sonhos se transformarão na tão aguardada realidade? Há sonhos que não podem se tornar realidade, pois são subproduto de uma alma adoecida. Nem tudo que sonhamos é lícito, pertinente, adequado. Antes de perseguir um sonho é preciso considerar algumas coisas. 

     Primeiramente, defina-se.  Muito do que sonhamos nada mais é que subproduto do marketing agressivo, violento e selvagem  destes tempos pós-modernos. Faz com que a gente persiga "necessidades" que  não temos, ou que estão muito além do que somos. Defina-se primeiro. Quem é você? Qual seu projeto de vida, sua estratégia para crescer, seus dons, talentos naturais e espirituais? O que pretende da vida, dos relacionamentos? Onde você gostaria de estar daqui à 10 anos? Fazendo o que? Com quem? Como? Por que?

    Além disso, seja coerente com tais definições. Muitos de nossos sonhos são incoerentes com o que somos, o que temos e com nossa dinâmica de vida. Sonhar é bom, desde que esteja dentro de uma certa lógica, com cores harmoniosas, sons do cotidiano e com pessoas que nos fazem bem. Alguns sonhos de infância precisam ser revisados, reavaliados e reformulados, pois persegui-los "a torto e a direito", pode nos levar a pesadelos horríveis.

     Além de definir-se e ser coerente, "é preciso saber viver" , como dizia Roberto e Erasmo, na música que ficou famosa no repertório dos "Titãs". Saber viver, é dar valor aos detalhes, curtir a simplicidade de um chinelo de dedo, despreocupar-se, ser menos sério e mais atento às pessoas que estão mais perto de nós. Mais uma vez cito Titãs: "Devia ter complicado menos, Trabalhado menos, Ter visto o sol se pôr, Devia ter me importado menos, Com problemas pequenos".

     Diz o Livro: "Quanto mais você se preocupar, mais pesadelos terá; e, quanto mais você falar, mais tolices dirá." (Ec 5:3 - NTLH).

     Então, fica aí o conselho: defina-se, seja coerente, e viva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como viver em paz em um mundo em convulsão?

Silvio Brito na década de 70 cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com “ – pare o mundo que eu quero...