terça-feira, 27 de março de 2012

A Vida é feita de fases...

(João 14: 12 à 15) 

Quando meus filhos ainda eram pequenos jogava video-game com eles e havia um joguinho o qual eu não consegui passar da segunda fase. Era frustrante. Insisti por semanas até que "admiti" :  - Nunca gostei mesmo desse jogo mesmo.  E desisti.

     Nunca vi um exemplo mais próximo da realidade que nossa "relação" com os video-games. A vida espiritual, por exemplo, é feita de fases, e quando não conseguimos passar de fase, desistimos e fingimos que  "nunca gostamos do jogo".

     Jesus havia realizado a mais linda cerimônia cristã  (o "lava pés"- capítulo 13 de João), anunciado a traição e depois o traidor, culminando na decepcionante profecia sobre Pedro: "antes do canto do galo você me negará três vezes". Os discípulos ficaram inseguros.  Mas Jesus inicia o capítulo 14 determinado a consolá-los e fortalecê-los com palavras do tipo: "não se turbem o vosso coração, creiam em Deus, creiam também em mim".  


     Mais adiante, Jesus diz algo que mudaria totalmente a história de sua "proto-igreja": "Aquele que cre em mim fará obras que eu fiz e outras maiores fará...e tudo quanto pedirdes eu meu nome eu o farei...se me amardes, guardareis meus mandamentos".

     Os discipulos são chamados a "mudar de fase". Nós também. É onde muitos "empacam". Por quê? Temos uma tendência de ver a vida cristã como obtenção de benefícios sem nos dar conta que também nos foi dada uma missão a cumprir e chega o momento em nossa vida que Jesus nos tornará conscientes de nossa missão: dar prosseguimento ao que ele começou. Nossa fé não se presta apenas para os benefícios da salvação, mas para dar continuidade a missão de Cristo. Por que muitos não ingressam nesta nova fase?

     Nesta fase a fé ganha dimensões de serviço. “Aquele que crê em mim, fará...”(João 6: 28,29).  Então lhe perguntaram: "O que precisamos fazer para realizar as obras que Deus requer? "Jesus respondeu: "A obra de Deus é esta: crer naquele que ele enviou". Esta mudança de fase nos tira de uma posição de meros figurantes para protagonistas no drama da salvação.

    Nesta fase, nossa vida passa a exercer influência sobre outros. “Obras maiores” significa  abrangência e influência e não milagres maiores, pois não podemos fazer algo maior que ressuscitar um morto ou curar um cego de nascença. Poderemos, porém, ter o mesmo  testemunho de Jesus a quem "Deus ungiu ... com o Espírito Santo e poder, e ... andou por toda parte fazendo o bem e curando todos os oprimidos pelo diabo, porque Deus estava com ele”(At 10:38).

    Nesta fase, Deus estará sendo glorificado através de nós. “Para que o Pai seja glorificado no Filho”. Não atrairemos glória ou louvor dos homens, mas glória e louvor à Deus. Para isso existimos. "Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus"(Mt 5:16) . 
 
     Você tem achado a vida cristã enfadonha ou monótona?  As vezes você questiona se vale a pena continuar? Já parou para pensar que talvez Jesus queira que você passe de fase? Por que não dá um passo a mais?

     Dê uma virada em sua vida.  Afinal, a vida e feita de fases. Em qual delas você está? 

(Resumo da mensagem proferida no púlpito da igreja VIDA EM CRISTO de Santa Rita do Passa Quatro - SP - Pr. Sérgio Marcos em Março de 2012)
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todas as religiões são iguais?

Você deve ter ouvido algo parecido. Devido a crescente onda de atentados em nível global, a intolerância religiosa tem aumentado e muito...