sexta-feira, 26 de novembro de 2010

APOSTASIA

Quer saber o que significa? Basta ligar a TV e sintonizar num destes programas evangélicos de auditório. Com raríssimas excessões, ali você verá um legitimo exemplo de apostasia. Aliás, o casamento do século (século XX) não foi entre Principe Charles e Lady Di. Foi o casamento entre igrejas evangélicas e o capitalismo selvagem. A igreja que deveria manter-se como rapadura, virou chantilly. Os profetas de Deus que deveriam comer gafanhotos e mel silvestre, hoje frequentam as badaladas churrascarias do eixo Rio  / São Paulo. Os que antes adquiriram kombis usadas para disseminar a fé cristã,  adquirem jatinhos para cruzarem o céu azul anil de nosso querido Brasil. Os templos se trasnformaram em catedrais, os cultos em shows, o ministério da igreja em staff  administrativo, o pastor em businessman, os crentes em clientes, e a fé em negócio lucrativo. Apostasia. A palavra significa: abandono, retrocesso. Pra quem pensa que a igreja evangélica finalmente "chegou lá" e se impôs no cenário nacional devido a sua visibilidade na mídia e envolvimento político partidário, é tão ou mais apóstata que qualquer outro líder deste "casamento" interesseiro, grosseiro e sem futuro espiritual. Quando veremos um outro Pedro, dizendo: "não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou"? Só Deus sabe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como viver em paz em um mundo em convulsão?

Silvio Brito na década de 70 cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com “ – pare o mundo que eu quero...