quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A peneira de Deus.


Deus vem peneirando à muito tempo...

     Aceitou a oferta de Abel, mas rejeitou a de Caim (Gn 4). Amou Jacó, mas aborreceu Esaú (Rm 9:13). Rasgou o Reino de Saul e o entregou a Davi (1a Sm 15:28). 


Hoje em dia...
Chama muitos, mas escolhe poucos (Mt 20:16). Coloca ovelhas a sua direita e bodes a sua esquerda (Mt 25:33). Ramos que não frutificam, corta (Jo 15:2). Os que dão fruto, poda. Semeou na carne? Tá fora! Semeou no Espírito? Tá dentro (Gl 6:8). Terra que produz erva daninha:  maldição. Produziu colheita frutífera: “bênção!” (Hb 6:7,8).
Quem multiplica talentos, receberá mais. Quem enterra, "misericórdia" !!(Mt 25:14 à 30) Quem crer e for batizado, será salvo. Caso contrário, será condenado (Mc 16:16).

A peneira de Deus se chama "graça", mas para passar por ela é preciso arrependimento, fé e obediência. Deus resiste ao soberbo, mas concede graça aos humildes. Na peneira de Deus ficam  os que "se acham", os endurecidos pelo engano do pecado, os auto-suficientes, os "bacanas", os espertalhões, os "ban-ban-bans" (Pv 29:1). Passam pela peneira, os que choram seus erros, os que anseiam por mudança de mente e coração, os que se enxergam como miseráveis (Sl 51:17), e, como Paulo, se vêem como os principais pecadores (1a Tm 1:15) .

Ah... a peneira de Deus...
Passou? Tá lindo.
Ficou? Tá “porco”.
Desta peneira, ninguém escapa. Nem eu, nem você.
Vamos levar a vida cristã mais a sério...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como se "pacifica" um país?

O Excelentíssimo Senhor Michel Temer , Presidente do Brasil, em sua primeira aparição após a conquista histórica no TSE , disse estar se...