segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Marcar presença ou fazer a diferença?

A gente vive para os outros. Tô errado? Deveríamos pensar em fazer a diferença ao invés de apenas, marcar presença. Quem vive para marcar presença, vive para os outros. Tá querendo ser notado. Apreciado. Até aí, tudo bem... acho. As pessoas vão notar a gente. Vão dizer: " - Olha ele(a) ali". E só. A gente fez algo marcante, diferente. Chamamos a atenção. Valeu. E daí?  Sei lá. Pra mim, fazer a diferença é ir além.  É saber o que quer.  Não por querer parecer diferente, mas ser diferente por que é diferente. Entendeu? Não? O cristianismo nasceu diferente. O cristão primitivo, aquele dos primeiros séculos  (faz tempo) era diferente do judaismo de onde emergiu. Diferente do paganismo onde estava inserido. Diferente no trato com as pessoas, nas escolhas e decisões,  mas principalmente nas motivações interiores. Os caras amavam a Deus de verdade. Falavam de Jesus sem medo de "pagar mico". Aliás, não eram micos, eram  "orangotangos". Faziam a diferença. Eram amados por uns e odiados por outros. Em suma: viviam por Deus, para Deus e em Deus. Pena que estes caras ficaram lá nas páginas da história... Será? Acho que ainda deve ter uns malucos por aí. Gente que vive a "loucura do evangelho". Gente que faz a diferença.

3 comentários:

  1. Pastor
    Penso que fazemos a diferença não com ações específicas, planejadas, calculadas ( apesar de q Deus age como quer, rs). A diferença que fazemos é no trato, no dia-a-dia com as pessoas, com nossa família, no nosso trabalho, com os " patrões" e com os vilões da nossa história... Em suma: fazemos diferença quando amamos de verdade. Que o Pai nos ensine seu amor. Adorei o blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. fazer a diferença é sem dúvida algo que deixa a cida cristão ainda mais interessante e desafiadora! Nao quero nunca esquecer de que fui chamado por Deus pra fazer a diferença, seja em palavras ou ações!
    Glória a Deus por este texto!!

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida temos quer fazer a diferença, a vida Cristã é fazer a diferença, se não tiver diferença do mundo não Cristão tem coisa errada.
    Pr. Sérgio Marcos vc e tua família faz a diferença neste mundo de hj.

    Abraços do irmão Paulo Enrique.

    ResponderExcluir

Como viver em paz em um mundo em convulsão?

Silvio Brito na década de 70 cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com “ – pare o mundo que eu quero...