quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NATAL SEM CRISTO É MELHOR.

     Pra que presépio se quem faz sucesso é papai noel? Pra que "sinos tocando" se o que predomina são as baladas de fim de ano? Para que ir a celebrações cristãs se as programações dos shoppings são mais atrativas? 

   Acabo de chegar a conclusão que, no natal, Cristo atrapalha. O que todo mundo quer mesmo é comer e beber à vontade. Se gula é pecado, dane-se. Se "ficar de quatro" de tanto beber é divertido, "eu quero é mais". Não é assim que caminha a humanidade? 

   Em São Paulo, a Meca Natalina não é mais a Catedral da Sé, mas a rua 25 de Março. Chamam isso de "secularização" : a desvalorização do sagrado. Dá a impressão que Natal, sem Cristo, é melhor. Pelo menos não rola aquele peso na consciência. Afinal, o que é errado? O que é certo?  
     
     Verdade seja dita ,o Jesus da Bíblia não é apenas o "Jesus do Natal", é também o Jesus da Vida, Ele é a Vida! Não há na Bíblia (nem na tradição cristã dos primeiros séculos) qualquer indício de que o natal deva ser "comemorado". O tal "menino Jesus", cresceu (sabia?), e após sua morte e ressurreição tornou-se Senhor do Senhores, Justo Juiz, e voltará (acredite ou não) para buscar os que creem nele para a salvação.

   Se a celebração do natal não é  um sacramento mas, pelo contrário, acabou tornando-se o feriado da farra, da baderna, e  um carnaval de consumismo, então natal sem Cristo é melhor... Será? ( S.João 3:36)

4 comentários:

  1. Concordo. Isso mesmo que significa o natal, É trazer as pessoas a duvida do que realmente significa Natal!
    Nós Cristão sabemos o que significa, mas se deixarmos até nós mesmo entramos nessa do Natal. Só traz a população gastos, e festa muita festa...
    A conclusão de um natal é o PAPAI NOEL. Não mas NASCIMENTO DE JESUS... RESSUREIÇÃO...
    ELE É O CELEBRANTE DESTE DIA, JESUS!

    ResponderExcluir
  2. Pois é Fran, na época do Natal sinto muita indignação com o que se faz... tá ai nova postagem. Me ajude a divulgar. Mais uma vez, obrigado pelo comentário. Valeu...

    ResponderExcluir
  3. A VERDADE SOBRE O NATAL

    "Deveria eu agradar a multidão profana,
    Rebaixando Tua verdade,
    Ou tornando em lisonjas
    O que de minha língua emana?"
    John Wesley

    Quase todas as pessoas na Cristandade celebram o Natal, trocando presentes e desejos de "Boas Festas" ou "Feliz Natal", e se alegrando com a idéia de que estejam agindo corretamente. Na verdade, esta se tornou a tradição favorita entre os Cristãos, e é tão bem aceita que qualquer tentativa de se buscar sua origem, a qual pode ser facilmente encontrada nas enciclopédias e em documentos imparciais da história da igreja, tende a ser mal recebida. A Palavra de Deus não justifica esta celebração anual, mas a condena severamente em Gálatas 4:10,11: "Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco." Sendo assim a observância de uma data, mesmo que ela seja de caráter piedoso e adornada com rituais, é condenada. O bendito Salvador não veio com o objetivo de tornar popular o Seu nome ou a suposta data do Seu nascimento. "Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores" (I Tim 1:15). "Cristo... morreu a seu tempo pelos ímpios" (Rm 5:6).

    ResponderExcluir
  4. Pois é Penha, excelente seu comentário. Pouca gente tem coragem de dizer o que pensa, como você. A gente até que canta alguns cânticos e faz comentários sobre o natal em nossas reuniões cristãs em dezembro, mas destacar o 25 de Dezembro, com data do nascimento de Jesus, não é, nunca foi e jamais será uma atitude cristã. Valeu.

    ResponderExcluir

Onde encontrar paz num mundo em convulsão?

     Silvio Brito na década de 70  cantava uma canção que se tornou hit rapidamente. Cada estrofe começava com  “ – pare o mundo que eu ...